Poemas

Mulher

Que perfume exalou do teu corpo!
Que palavra adoçou teu sorriso!
Que leve maciez cobriu teu dorso!
Que harmonia em ti se fez preciso!

Porque deram a ti nome de flor.
Porque em ti se desfez a tristeza.
Por que tanta compaixão e amor
Se em tuas mãos nasceu a gentileza?

Nem de mil costelas fazer-te-ia:
Açucena, Petúnia, Margarida,
Que habitei antes de habitar a vida.

Entre mil olhares, saber-te-ia:
Letícia, Sonia, Stela ou Maria:
Mãe e filha, irmã, mulher querida.


 


 

Adicione a sua lista de interesses


© 2010 José Terra

© 2017 - Luango
Sistemas e serviços para internet.